domingo, 17 de julho de 2011

~*~

Acho que já perdi as contas de quantas vezes abri a pagina de postagens do blog nesse quase mês sem postar.
Só não queria esquecer,não queria desistir disso,como desisti das aulas de balé,de informática...é,meu histórico de desistência não é dos menores.Eu estou muito longe de ser perfeita.Mas no final do dia que é?
Mas tem uma coisa que eu não consigo desistir,é um vicio...as palavras,eu não consigo abandona-las.Elas fervilham em mim,frases,versos,rimas,e eu as escrevo por ai,em cadernos com páginas em branco,em páginas da internet,nos meus diários que por mais que eu cresça eu não consigo abandonar...
É,as palavras estão impreguinadas em mim...me deixando boas e más lembranças,deixando minha história por ai...
Como toda romântica quero,e ao mesmo tempo tremo de medo de que alguem as encontre...
Tenho medo que as encontrem,mas mais medo eu tenho de que não as entendam.
Então vou indo,sempre em frente,deixando meus fragmentos por ai,em falsos esconderijos,torcendo pra que as pessoas erradas não as encontrem,e que as certas,estejam me procurando.
"Porque o mundo, apesar de redondo, tem muitas esquinas."

3 comentários:

Tânia T. disse...

Não desista daqui... tenho certeza que seja lá qual for o problema, a escrita sempre será um ótimo antídoto!

:))


bjuu

Patriny Marcelle disse...

Não abandone o blog não. Eu tenho certeza que ele te faz muito bem como o meu me faz, rsrsrs.

Adriany Andrade. disse...

Amiga, suas postagens são tão boas ! Sempre venho ler... Não para, não desiste !! Amo você.