quarta-feira, 20 de julho de 2011

Contos de Anjo.

A mesma rua,tantas lembranças cinzentas e mais uma despedida.Cruel não é?
Ela se perguntava se crescer era isso: uma sucessão de despedidas.Será?
Como menina forte que sempre foi ela duvidava.Ela continuava ali,remando contra a maré,dando murro em ponta de faca...
Tá ai uma coisa que eu me orgulho nessa menina: ela não desiste.Nunca desistiu...
O frio lá fora era tão familiar,tudo era familiar.Aquele lugar era como sua própria máquina do tempo.
Outras pessoas no lugar dela não voltariam,mas como ela mesma disse: nem sempre temos a oportunidade de dizer adeus as pessoas que amamos,por isso,quando temos essa chance não podemos desperdiça-la com sentimentos pobres que um dia não terão mais sentido.
Confesso,são poucas as pessoas que vêem o muno com a mesma fúria dramática que ela.Mas tem algumas coisas que a gente não faz.A gente é.
E mais uma vez com o céu de testemunha e o coração na mão a minha garotinha colocou mais uma despedida na bagagem,e deixou que parti-sem diante dos seus olhos...
É isso que me encanta nessa menina,a certeza dela de que vai conseguir seguir,e ser feliz.E ela segue.Com o coração na mochila,o lápis borrado,o sorriso e a duvida,mas vai.
E eu continuo a seguindo,a observando e a protegendo,como seu anjo,torcendo para que ela me sinta por perto,torcendo para que no fundo ela saiba que não está sozinha.Pessoas como ela nunca estão sozinhas.

3 comentários:

vidaslife disse...

Que bom ter um anjo da guarda a nos proteger, tua naturalidade na escrita encanta, encanta e faz bem para que os ler com certeza. Gostei do teu blog. É bom. Uma linda noite e beijinhos carinhosos para ti com certeza. Obrigado pelo carinho da visita.

Roberta Galdino disse...

Olá
encontrei seu Blog navegando por alguns outros
e gostei muito do que vi por aqui
estou te seguindo

me visita, e segue, se gostar...

beijos

http://rgqueen.blogspot.com/

Irla Mirelly :* disse...

Blog massa! Andei lendo umas coisas e ameeei! Bjiin